Sedentarismo – o estilo de vida que custa o fim da sua saúde.


Com a tecnologia atual, deixamos de ser pessoas ativas e passamos a adotar estilos de vida que tendem ao sedentarismo.

Antigamente, com menos automação das tarefas do dia-a-dia, as pessoas eram mais ativas e gastavam mais calorias nas atividades cotidianas que hoje em dia.

Alguns falam que a posição sentada, predominante no mercado de trabalho, é o novo câncer. Não deixo de dar razão.

O Colégio Americano de Medicina do Esporte( ACSM) define como sedentária a pessoa que pratica menos de 30 minutos de atividades físicas moderadas por menos que 3 vezes na semana. Pergunte aos seus conhecidos, amigos e parentes, quem pratica exercícios mais de 3 vezes na semana que os deixam ofegantes? A resposta é certa. Quase ninguém.

Inúmeras pesquisas indicam que o sedentarismo isolado aumenta consideravelmente o risco de doenças crônicas como Morte por Doenças Cardiovasculares( + 15%),  Câncer( +13%) e Diabetes tipo 2( +90% de chance de ter!!). Ann Intern Med. 2015;162(2):123-132.

Isso deixa claro que o estilo de vida que as pessoas adotam, ditam o seu futuro em relação à chance de ter doenças crônicas que levam à morte como as citadas acima.

A prática de atividades físicas com devida orientação é segura e tem cada vez mais embasamento científico para se provar como um dos principais “remédios” na prevenção e tratamento de diversas doenças.

Procure a avaliação de um especialista, faça um check up para prática de atividades físicas, mude seu estilo de vida caso seja sedentário. Os benefícios dão de 10 a 0 nos riscos e comece uma vida nova.

Dr Luiz Tintori

Médico Ortopedista, pós graduado em Medicina Esportiva

 




2 Comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

× Tire Suas Dúvidas